“NOVA SEDE VODAFONE”


O desafio lançado pela VODAFONE através do convite que nos foi endereçado, para a participação no concurso para a “Nova Sede VODAFONE - LISBOA“, constituiu um particular interesse, dada o carácter do edifício, do lugar de referência na “Expo 98” e por se tratar de uma das maiores empresas de comunicações.

O Mote, as comunicações, reuniu o interesse da equipa, conjugando-se os esforços das artes e das técnicas para um exercício arrojado de arquitectura.

Surge desta forma um volume uno, respeitando os quarteirões previstos no plano da EXPO 98, erigindo-se simbolicamente num dos quarteirões as “Portas da Vodafone” e no outro a “Praça das Comunicações”.

As “portas” seriam constituídas por dois volumes coroada por uma esfera com cerca de 20metros de diâmetro, cujo espaço interior se destinava à realização de cimeiras, onde cúpula interior recriaria alegorias pictóricas  temáticas sobre as comunicações.

As fachadas dos volumes das “Portas” seriam revestidas totalmente pelo exterior com vitrais, de grandes dimensões, alegóricos às comunicações, de autoria dos Pintor e Mestre José Emídio.

A “Praça das Comunicações” seria polarizada por uma escultura com 15 metros de altura, da autoria do Escultor e Mestre José Rodrigues, alegórica aos 5 continentes, recriando em torno da sua geometria circular a figura humana, onde a água e os sons descreviam a musicalidade significante destes Lugares.